Media

‹ VOLTAR

Terminal de GNL de Sines recebe navio nº 300

 

135.058 m3, o equivalente a cerca de 927 Gwh, foi a quantidade de gás natural liquefeito (GNL) descarregada pelo navio nigeriano LNG Adamawa.

Um marco que para Paulo Mestre, Diretor do Terminal de Sines, simboliza mais que o número de escalas atingido. "Para a REN Atlântico, tanto ou mais importante que atingir este número, é a forma como ele foi atingido. Isto é, fazendo um balanço à atividade de Shipping do Terminal, durante estes trezentos navios, é importante relembrar o cumprimento dos tempos de descarga dos navios, a ausência de derrames, a ausência de acidentes bem como o escrupuloso cumprimento das especificações do gás natural rececionado".

Desde a primeira operação de descarga, em outubro de 2003, o Terminal de Sines já recebeu 288 navios metaneiros para operações de descarga, num total de 36.618.526 m3 de GNL, e 12 para operações de arrefecimento e carga, no montante de 305.212 m3 de GNL. Esta última constitui uma competência mais recente, realizada, pela primeira vez, a 3 de setembro de 2012, com o enchimento de cerca de 122.400 m3 de GNL, e repetida recentemente, no início de abril, com 143.655 m3 GNL de carga do navio Ben Badis. 

Na operação do dia 12 de abril, que durou quase 19 horas, o navio proveniente da Nigéria contabilizou a 7.ª descarga no Terminal de Sines.

 

 

Ver todas as newsletters