Media

‹ VOLTAR

R&D NESTER volta a acolher reunião do projeto europeu OSMOSE (“Optimal System-Mix of Flexibility Solutions for European Electricity”)

 

O R&D NESTER foi mais uma vez anfitrião de uma reunião da equipa que participa na Tarefa 7.1 ‘Interoperabilidade' do projeto europeu H2020 OSMOSE (‘Optimal System-Mix of Flexibility Solutions for European Electricity'), que decorreu, nos dias 2 e 3 de abril, nas suas instalações de Sacavém, pois o demonstrador desenvolvido no âmbito desta tarefa será implementado no laboratório do R&D Nester. A interoperabilidade entre dispositivos é de extrema importância, pois permite que componentes do mesmo sistema possam ser adquiridos a fornecedores diferentes, com as inerentes vantagens técnicas e económicas.

Este demonstrador tem por objetivo provar o bom funcionamento de um sistema de Proteção, Automação e Controlo (PAC) suportado na norma de comunicação IEC 61850. Um dos aspetos em estudo é o processo de engenharia, ou seja, a sequência de passos para a configuração de um sistema PAC.

A norma IEC 61850, para além de permitir a interoperabilidade ‘em tempo real' entre dispositivos de diferentes fabricantes, possui uma linguagem de descrição (SCL - Substation Configuration Language) que permite a configuração global de sistemas PAC, ainda que envolvendo ferramentas de configuração de vários fabricantes, ou seja, também existe interoperabilidade entre ferramentas de configuração.

O processo de engenharia definido pela referida norma é genérico, permitindo diversas abordagens, pelo que um dos objetivos iniciais da equipa do projeto responsável por esta tarefa foi a criação de um processo de engenharia que permitisse tirar o máximo partido de todas as potencialidades da IEC 61850.

Um exemplo de um novo aspeto considerado é a criação de um novo tipo de ficheiro SCL que permitirá a especificação de IEDs (dispositivos eletrónicos inteligentes, tais como relés de proteção e unidades de painel) e que as utilities poderão utilizar na fase de procurement dos sistemas PAC.

Outro dos temas desenvolvidos nesta tarefa do OSMOSE é o levantamento das sinalizações utilizadas pelos TSOs membros da ENTSO-E, trabalho articulado com o grupo de trabalho IEC 61850 daquela organização, e cujo objetivo é efetuar uma análise das lacunas da IEC 61850, em termos de modelo de dados.

Esta recolha está a ser efetuada através de uma ferramenta desenvolvida para este efeito, e que também permite a exportação da informação no formato SCL, sendo este o primeiro passo do referido processo de engenharia.

O R&D Nester (Ricardo Cartaxo e João Saragoça) e a REN (Isabel Brito) estão envolvidos nesta tarefa. Destaque ainda para a colaboração de Nuno Costa Martins (REN) no trabalho de recolha de sinalizações, pela ajuda que prestou relativamente às sinalizações do sistema de proteções, sua área de especialidade.

O projeto OSMOSE é importante para a REN, pois aborda um tópico que é extremamente relevante para o futuro dos sistemas energéticos: os serviços de flexibilidade e a demonstração das tecnologias que permitirão prestar esses mesmos serviços (ex.: armazenamento de energia ou DSR), tecnologias essas que serão testadas no âmbito do projeto, através de vários demonstradores. Por outro lado, aborda também o desenvolvimento de uma metodologia holística para o planeamento de redes, considerando recursos de flexibilidade.

O projeto pretende ainda identificar formas de escalar e replicar os resultados abordando várias áreas de interesse da REN (ex.: interoperabilidade e coordenação TSO-DSO), o que lhe permitirá integrar esses resultados para o futuro.

Para mais informações: https://www.osmose-h2020.eu/ 


Ver todas as newsletters