Media

‹ VOLTAR

R&D Nester obtém certificação em Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI)

 

No passado dia 10 de Dezembro, o R&D Nester adquiriu o estatuto de empresa certificada em Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI), de acordo com a norma Portuguesa NP 4457:2007(1).

Desde o início da sua actividade que o R&D Nester reconheceu como factor estratégico a implementação de um sistema de gestão de IDI segundo este referencial, tendo por propósito aumentar a eficácia e o desempenho das suas actividades na procura de soluções inovadoras na área de sistemas de energia, bem como, assegurar uma maior fluidez de informação em toda a Organização, melhorando o reconhecimento e a compreensão das responsabilidades e inter-relações organizacionais.

O sistema de gestão de IDI implementado na empresa, e agora certificado pela norma NP 4457:2007, cumpre um conjunto alargado de requisitos, que impulsionaram a organização a desenvolver e implementar uma política de Investigação, Desenvolvimento e Inovação para aumentar a eficácia e eficiência dos seus projectos deI&D, centrada numa cultura organizacional focada na Inovação(ID+I).

A este respeito, salienta-se que o enfoque desta Norma de IDI, é abrangente, isto é, o conjunto de boas praticas que ela contêm, vão no sentido de orientar a empresa a inovar em quatro vertentes: produto (por ex. resultados dos projectos de I&D), organização (ex. implementação de metodologias que fomentem uma cultura de inovação na empresa), marketing (ex. imagem da empresa no mercado ) e de processos (novos processos organizacionais com vista aumentar a efiência de uma determinada actividade).

Para o efeito, o sistema de gestão de IDI implementado no R&D Nester, centra-se em 3 processos organizacionais considerados chave na nossa área de actuação, nomeadamente: - Gestão de Projectos de IDI, a Gestão das Interfaces e do Conhecimento e Gestão de ideias.

Entre outras vantagens, a presente certificação veio permitir: A redefinição e sistematização de algumas metodologias; A Promoção da criatividade e gestão das ideias e oportunidades ; A Monitorização organizada e sistemática dos resultados de IDI ; A Melhoria da eficiência e eficácia dos projectos de IDI.

Com esta certificação de IDI, o R&D Nester compromete-se a "Consolidar um espírito de inovação e de geração de ideias que garanta o envolvimento dos colaboradores, promover a gestão do conhecimento com o intuito de valorizar o capital humano. "Compromete-se ainda a "Intensificar o posicionamento de estreita colaboração com as Entidades do Sistema Científico e Tecnológico na investigação de novos produtos e de processos de produção de conhecimento que reforcem a diferenciação, a competitividade, a promoção e a liderança da empresa, prosseguindo a estratégia de desenvolvimento de projectos com resultados inovadores que contribuam para sustentabilidade dos negócios e para o sector energético"

Por ultimo, refira-se que esta Norma de IDI - NP4457 é compatível com outras normas de sistema de gestão actualmente utilizadas no RD Nester, nomeadamente as normas NP EN ISO 9001 (Sistema de Gestão da Qualidade), NP EN ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental) e NP 4397 (Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho), o que permitiu a integração no sistema de gestão QAS que o RD Nester integra juntamente com as empresas da REN, desde Dez 2014.

-------------

(1)

«A norma NP 4457:2007 baseia-se num modelo de inovação, suportado por interfaces e interacções entre o conhecimento científico e tecnológico, o conhecimento sobre a organização e o seu funcionamento, e o mercado ou a sociedade em geral. O conceito de inovação subjacente a esta norma decorre da sua acepção como um mecanismo gerador de riqueza, cujo impacte e utilidade resulta em benefícios para a organização e para a sociedade.

A norma tem por objectivo definir os requisitos de um sistema eficaz de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI), permitindo que as organizações que o adoptem definam uma política de IDI e alcancem os seus objectivos de inovação....A inovação é entendida na sua acepção mais abrangente, de acordo com o Manual de Oslo da OCDE (2005), incluindo novos produtos (bens ou serviços), processos, novos métodos de marketing ou organizacionais. Assim, embora a tecnologia seja um dos resultados fundamentais da investigação e desenvolvimento, a norma não se restringe a essa área, ou seja, destina-se igualmente a organizações que pretendam inovar não só no plano tecnológico mas também noutros domínios.»

Ver todas as newsletters