Media

‹ VOLTAR

Energia e Inovação marcam visita do Nester à China

 

Ser uma plataforma reconhecida no domínio da Investigação e Desenvolvimento no prazo de 5 anos e com resultados rentáveis é a expectativa do acionista do R&D Nester, o China Electric Power Research Institute (CEPRI). "Daqui a alguns anos, cerca de 5 anos, o R&D Nester será um centro bem reconhecido e, no mesmo prazo, apresentará resultados rentáveis", revela Nuno Souza e Silva sobre as expectativas transmitidas por representantes daquele instituto de investigação, filiado à State Grid Corporation of China (SGCC), na recente visita do Nester à China.

O encontro, que teve lugar em Pequim, de 23 a 25 de setembro, com representantes do CEPRI e da SGCC, teve como propósito, segundo o Diretor-Geral do Nester, "estabelecer um contacto direto com as áreas de Gestão e áreas técnicas para discutir a estratégia, expectativas, práticas de gestão e questões operacionais sobre o trabalho desenvolvido em parceria no R&D Nester".

Sustentabilidade do Nester

Nos tópicos abordados, foi ainda realçada a importância do estreitamento da cooperação entre o NESTER e o CEPRI, assim como a cooperação com outros parceiros. A necessidade assegurar a sustentabilidade futura do Centro e a necessidade de prestação de serviços tanto para a State Grid como para a REN e outros clientes externos, foram temas também discutidos.

Ao nível dos projetos, foram discutidos com cada um dos departamentos os recursos, motivações, principais pontos de interesse e alguns problemas operacionais relacionados com cada projeto.

Visitas comprovam capacidade de simulação

Durante os três dias, a equipa do Nester teve a oportunidade de visitar o Centro de Previsão Meteorológico Numérico, "que agrega a informação de 8 fontes diferentes e transmite diariamente, duas vezes por dia, os resultados (vento, sol, chuva e temperatura) para os Centros de Despacho Regionais ", assim como o Laboratório de Simulação.

A equipa visitou ainda a Base de Testes de energia eólica de Zhangbei, a 260 km de Pequim. Nesta unidade onde é simulada a integração da energia eólica, mas também solar, e o armazenamento, o que impressionou a equipa do Nester "foi a capacidade de simulação das condições reais da rede, uma vez que estão instalados 17 modelos de turbinas de vento de 14 fabricantes, assim como 650kW de painéis solares e capacidade de armazenamento", constituindo este um caso de negócio sustentável para o Centro Nacional de Testes e Investigação de Integração de energia eólica (National Wind Power Integration Research and Test Center), dado que a conformidade e certificação dos equipamentos é feita no local . Foram ainda realizadas visitas a instalações dos projetos de integração da energia eólica, fotovoltaica e armazenamento.

Fórum de Energia da Eurásia

Na passagem pela China, o Diretor-Geral do Nester participou ainda no Fórum Económico Euro-Ásia (EAEF 2013), em Xi ' an, um evento dedicado à energia, que teve lugar de 26 a 28 de setembro.

O evento, que reuniu cerca de 2000 delegados de 75 países, regiões e organizações internacionais, "já proporcionou avanços significativos ao nível da cooperação inter-regional, investimento e comércio, sendo, assim, uma plataforma importante para os países da Eurásia de fomento do entendimento mútuo, cooperação e prosperidade", explica o Diretor-Geral que, no dia 28, fez uma apresentação no fórum "Produção de Energia de Baixo Carbono". A palestra que incidiu sobre integração de energias renováveis, numa rede com alta penetração da energia renovável, suscitou, segundo conta, "particular interesse junto dos colegas da Dinamarca (energienet.dk), Itália (Eni), designadamente no tópico "Power-to-gas", dos Países Baixos, no que diz respeito ao comércio de carbono, do Reino Unido e Finlândia".

Ver todas as newsletters